segunda-feira, 13 de outubro de 2008

vivendo e aprendendo

as vezes a gente apanha e nem sabe porque.
as vezes a bordoada vem de onde a gente menos espera...
e tudo o que a gente quer é ver as pessoas bem, felizes e juntas.
mas sei lá né... vai ver que eu tenho uma visão deturpada de mundo.
preciso mesmo é ficar quieta e deixar de querer me meter na vida alheia.
é isso.
hoje doeu.
e eu sinto uma raiva imensa de mim por estar chorando.
faz parte do aprendizado.

11 comentários:

shiver disse...

me conta isso direito, bem.
bjo

isaBela araújo silvA disse...

shiver,
não tem nada pra contar... é isso aí. devaneios, só isso. inclusive já passou.

p! disse...

eu queria o curso
mas nem deu.
curtiu?
=}

p! disse...

eu queria o curso
mas nem deu.
curtiu?
=}

. Juliana . disse...

cocouve???

Anônimo disse...

Como diria o velho bolero boêmio (e falando em rima pobre hehe...):

[...]
Ataque surpresa tanto doeu
Que o dia seguinte não amanheceu
E na cumplicidade da escuridão
Costurei os trapos de um coração

O capeta deixou o pão amassado
Digeri as migalhas pra entender o passado
Carreguei a alma com nova munição
Dessa vez, pra liderar o batalhão

Na velha trincheira a vida tem pressa
Pensamento só no que realmente interessa
Devagar vou vencendo cada batalha
Hoje aquela cicatriz vale mais que medalha
[...]

(SG, AD MMVIII)
Taubrós!?

isaBela araújo silvA disse...

shiver,
acabei não indo no curso, mas hj eu vou sem falta.

jujuba,
couve com bacon é bom demais da conta. aqui foi só um texto sem pé nem cabeça num momento de desabafo... não tem nada pra contar pq já passou. rsrs.

taubrós,
adorei o texto. é seu??
bom, eu diria que é uma visão pessimista-ficando-otimista da vida, eu que sou meio pollyana demoro um pouco pra encontrar beleza em arte desse tipo, demoro mas encontro sim.
tudo bem contigo?

Re disse...

"vivendo e aprendendo a jogar"
Ou como eu diria: Se não aguenta brincar, não desce para o play!!!
A vida é assim. Mas se aprende alição, tudo faz sentido!
beijos
Re

isaBela araújo silvA disse...

re,
pois é... eu digo quem num guenta bebe leite... mas eu não gosto de leite, e aí fico sem beber é? rsrs.

joanaregattieri disse...

pois é, agora que eu vi... euclaro que a danada da culpa já apontou.. mas aí dei uma reviravolta, driblei, escamotiei e pensei.. isso é uma fotografia de uma dor, assim como as propoagandas de margarina... não é o que parece ser. te amo sempre, e nós duas sabemos das nossas dores.. a gente sempre tenta acertar, mas acaba errando, e cai e levanta e ajuda a outra a levantar também. nunca seremos perfeitas.. nunca.. e isso é bonito demais.
isa.. é delicioso estar contigo, e só quero te ver bem, criativa, fazendo da vida seu poema e piada coletivo-particular, congregando e dispersando gentes... vamos nos permitindo até isso, até saber que podemos nos desentender e assim entender muito mais... te amo, meu bem: a rainha do melrose e dos dias e noites de brasília!

isaBela araújo silvA disse...

juanita,
vc sabe o tamanho do meu amor por vc... vc tem uma irmã taurina e entende como ninguém os meus rompantes. nem tenho como comentar seu comentário pq foi perfeito... não tiro nenhum ponto, nenhuma vírgula, mas digo mais: somos (eu sou) hiperbólica e teatral... já passou, é claroooo.