sábado, 11 de abril de 2009

é isso por hoje

o Mar, segundo Eduardo Galeano

Diego não conhecia o mar. O Pai, Santiago Kovadloff,
levou-o para que descobrisse o mar.
Viajaram para o Sul.
Ele, o mar, estava do outro lado das dunas altas, esperando.
Quando o menino e o pai enfim alcançaram aquelas alturas de areia, depois de muito caminhar, o mar estava na frente de seus olhos. E foi tanta a imensidão do mar, e tanto seu fugor, que o menino ficou mudo de beleza.
E quando finalmente coseguiu falar, tremendo, gaguejando, pediu ao pai:
- Me ajuda a olhar!

(Eduardo Galeano in O Livro dos Abraços)

2 comentários:

Dedinhos Nervosos disse...

Ai... eu AMO esse trecho. A 1ª vez que li, fiquei com os olhos cheios d'água. Obrigada por me fazer recordar. Bjos!

isaBela araújo silvA disse...

dedinhos,
eu não conhecia o livro, foi um email que recebi, vou correr atrás pq adorei tbm...
beijo!