domingo, 31 de maio de 2009

para bendita

eu conheço uma pessoa muito querida que vi poucas vezes na vida, mas por um motivo desses aí que a razão desconhece, eu me afeiçoei à ela de maneira especial.
mudei de estado, vim correr atrás da minha vida perdida entre a cuesta, e não tenho notícias dela, a não ser pelo seu blog que acompanho.
e essa semana ela tem postado textos maravilhosos, carregados de dor, sofrimento e angústia, mas repletos de vontade de ressurgir das cinzas.
é isso aí amiga. respira. pára tudo e respira de novo. bem fundo, pra dentro de si. descubra-se. descubra-se forte e encantadora como você é.
é bom mesmo passar por determinados obstáculos. parece balela mas é verdade.
não se preocupe com a felicidade ou infelicidade alheia nesse momento, eu sei que é difícil, mas seja egoísta agora, por hora. e chora, chora um monte. deixe que cada lágrima quente caia no seu colo vazio, porque são dessas mesmas lágrimas que você vai tirar o melhor de si. há muita estrada pela frente. muitos amores novos chegando e indo embora de novo. e a vida segue seu rumo.
fica com deus. com as deusas. com os anjos. a fé na vida e na gente sempre reaparece. vá pisar na terra um pouco. abraça uma árvore e ria de você.
foi bom ter escrito isso pra ti. eu aproveitei e li de novo.
e de novo. e de novo.
quem sabe eu consiga também?

Um comentário:

Dedinhos Nervosos disse...

É a 3ª vez q leio :o)