sábado, 16 de maio de 2009

estômago


culinária + poder + sexo + crime passional = estômago.
eu ainda estou digerindo aos poucos.
algumas cenas sublimes, leves, saborosas. me emocionei muito. um suflê.
outras pesadas, augustiantes, mas nem por isso ruins. uma pratada de feijoada.
e poucas altamente dispensáveis como uma buchada de bode.
me deu fome mesmo. fome de comer e beber saboreando, como há tempos eu não faço.
fome de paixões enlouquecidas como há tempos eu não vivo.
uma história repleta de contradições, com um personagem simplório, quase ignorante, mas apaixonante! capaz de utilizar com maestria o dom que tem a seu favor, pra se dar bem na vida.
ele queria ser respeitado como nonato canivete, mas virou o alecrim, e nem por isso se deu mal.
quantos você conhece que ao menos consegue enxergar o seu próprio dom?
esse é um filme tipicamente brasileiro mesmo.
é a nossa realidade ali, nua e crua, as vezes mal passada, com azeite ou tomilho.

"até o pior filme brasileiro nos diz mais que o melhor filme estrangeiro"
paulo emilio salles gomes.

2 comentários:

Re disse...

Eu amei este filme. O humor, a verdade...
O ator é incrível!
Ontem aluguei Santiago, vc já viu? Amei tb. de uma riqueza de personagem única! depois me fala...
beijos
bom ter vc postando de novo...
Re

isaBela araújo silvA disse...

oi re... eu tbm curti me ver postando de novo... hahahaha. mas pena que eu não tenha tido tempo de ler vc como eu gostaria. como estão as coisas?
beijos.