segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

você percebe que já não é mais a mesma...

...quando não faz muita diferença ter caído na balada na sexta à noite ou ter ficado em casa na cia de um bom filme ou seriado.
...quando conversar com pessoas mais velhas, cheias de histórias pra contar, tomando um drink qualquer pode ser mais divertido, e com certeza é, do que a melhor boate da cidade.
...quando todo e qualquer atendente de mercado, farmácia ou boteco te chama de senhora. – aquela senhora ali!
...quando passar o tempo rodeada pelos filhos dos amigos, se lambuzando de chocolate e assistindo desenho animado é bem mais legal do que você imaginava.
...quando você sai pra dançar e antes mesmo das três já está morta de cansaço, implorando pela sua cama.
...quando beber muda de significado, ao invés de encher a cara de cerveja quase toda a semana, passa a ser curtir algum destilado, muito bem acompanhada, sentindo seu corpo se entorpecer lentamente.
... quando você entra num bar todo estiloso e ao invés de virar uma long neck, prefere saborear um capuccino.
Velhota!

9 comentários:

Re disse...

bem vindo ao mundo das jovens senhoras com mais de 30.... rs

Elena sem H disse...

... quando vive a vida de outra pessoa mais do que a sua própria, mesmo sabendo que isso é temporário. Mas quanto tempo pode levar?

Zagaia disse...

Eu não acho que isso seja velhice, só acho que agora você sabe aproveitar o melhor de dois mundos, cada um a sua devida hora... isso é experiência... Bjos

. Juliana . disse...

velhota com v maiúsculo, porém muuuuuuuuuuuuuuuuito adorável!

nos veremos sábado? tenho uma surpresa!

graOgra disse...

kkk, me identifiquei!!! (tirando a parte dos pirralhos, rsrs)

shiver disse...

eu adoro ver coisas em comum com vc, talvez porque a gente tenha o mesmo signo ou vontade viver de cinema.
mas a gente não é mais a mesma, ainda bem por isso. todo dia um crescimento a mais, todo dia um ganho com o gostar ou não do que se sente. Eu chamo esse processo de experiência... velhice vem mas demora.
abração amiga
p!

Dedinhos Nervosos disse...

Ahhhhh... a gente vai mudando, né? Mas tem uma coisa: não é pq vc prefere mais fazer uma coisa do que a outroa que a outra deixa de ser divertida. ;o)
Bjos!

Ps. Desculpa a demora em vir aqui. O trabalho tá apertado e tenho até "reeditado" uns textos mais antigos do meu blog.

Kalinka disse...

Opa! Me Achei! ehehe
Acrescentaria: quando vc insiste em não caminhar por culpa de sua amiga que nuuuuuuuuuunca está disponível nos mesmos horários que vc kkkkkkk

Isa, olha, juro que me esforço, mas vc tem de colaborar hahaha

Bjins mil

isaBela araújo silvA disse...

re,
pois é... esse ano completo 32, e a vidinha está bem boa se vc quer saber, era mais aterrorizante nos meus pensamentos mesmo... rsrs.

elena,
isso leva o tempo que a gente quiser na verdade. vc precisa me contar a história direito primeiro... rsrs.

zagaia,
com certeza. experiência. mas não deixa de ser engraçado.
eu costumo dizer que ficamos no meio do caminho, nem lá nem cá e aí me dá uma vontade enorme de fazer 40 logo e descobrir esse lance de idade da loba. kkkkkkk.

ju,
vc é a mais comédia. é a única que eu conheço que fala sobre "surpresa" e ela é sobre vc mesma. hahaha. precisamos repetir a piscina, mas sem a chuva.

gra,
qdo vc vem me (nos) visitar hein?

shiver,
velhota é engraçado, me faz rir e eu curto pensar assim. não tem nada a ver com velhice na verdade.
qdo nos vemos?

dedinhos,
senti tua falta mesmo, mas entendo que o trabalho as vezes no consome mais do que o normal. eu tbm não tenho tido muito tempo não, qdo dá eu me aventuro a escrever qq bobagem só pra não passar em branco.

kalinkaaaaa!
que surpresa vc por aqui mmulher! olha só, tô voltando de BH no dia 17 e aí com vc ou sem vc eu juro que prometo que vou começar a caminhar... hummm. será?