segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

ambos presos!

pra mim sempre foram duas coisas distintas:
prisão de ventre e intestino preso.
prisão de ventre é quando vc está morrendo de vontade de soltar aquele pum gostoso, sem medo de ser feliz, sem pensar se ele vai ser barulhento, silencioso, alto, baixo, fedido ou... bem, não existe pum cheiroso, mas existe pum sem cheiro. os meus por exemplo são todos assim, sem exceção, enfim, prisão de ventre é quando vc segura seus gases por educação, por vergonha, ou pq seu próprio corpo segura, sabe-se lá qual a razão e daí a causa de dores terríveis... isso é prisão de ventre.
intestino preso é uma outra história, mais problemática eu diria, é quando vc passa alguns dias sem conseguir ir ao banheiro fazer cocô. vc fica literalmente enfezada. não há cristo, mamão ou granola que resolva. pra mim só mesmo yakult. e viva os japoneses.
esse assunto todo porque neste final de semana uma amiga ACABOU com as minhas convicções sem dó nem piedade... vamos aos fatos.
estávamos no carro, voltando do aeroporto quando ela me diz baixinho no ouvido: Tô com prisão de ventre, tá foda!
e eu me senti uma espécie de chapolim colorado versão feminina, eu tinha a solução para este problema dentro da minha singela bolsa! eu não saio de casa sem luftal minha gente! e respondi ao apelo com um sorriso satisfatório:
-sossega, eu tenho remédio na minha bolsa, chegando lá vc toma, e seja o que deus quiser.
e seguimos viagem. minha amiga mais tranquila, eu nem tanto.
assim que chegamos ao nosso destino, sem demora, tirei o frasquinho milagroso da minha bolsa, e entreguei triunfante à minha amiga prestes a explodir, quando veio a bomba (ou quase):
- isa, eu preciso é de um 46!
- caralho, mas prisão de ventre não é a mesma coisa que intestino preso pô!
e foi assim que minha amiga esperou mais um dia.
acho que hoje, finalmente, ela já deve ter resolvido o problema dela, mas eu fiquei ligeiramente triste por saber que prisão de ventre engloba os dois sintomas: pum e cocô preso.
é gente, eu fuçei na internet sim. e descobri que a minha amiga estava certa.
e por hoje é isso.

6 comentários:

shiver disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
nem pela situação mas sim pela forma de falar sobre ela.
muito bom isa, seu bom humor me contamina nessa tarde sem graça.
felizmente meu estômago, bexiga e intestino são reloginho cucos de avisar com antecedência o que procede.
e olha que eu nem precisei de activia.
=}

T.A.P.A.S disse...

isa, prisão de ventre e intestino preso é tudo a mesma bosta! beijossssss

Dedinhos Nervosos disse...

Eu nunca tinha pensado em fazer alguma distinção. E depois que eu parei de tomar vitamina com aveia, eu sinto tudo de uma só vez.

joanaregattieri disse...

felicidade é saber que a merda é inspiraçção para os textos mais inusitados, bem-escritos e, quiçá, informativos!!!

viva a merda! viva a merda!!! nosso fim inexorável!!!

beijos com cheirinho de desinfetante de alfazema...

. Juliana . disse...

há controvérsias sobre uma colocação aqui exposta, hein...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk =]

isaBela araújo silvA disse...

a gente tem intestino preso (ás vezes) mas se diverte hein.
hahaha.