sábado, 8 de novembro de 2008

não cabe num opala

hoje, além de passar uma boa parte do dia no mercado central (de novo!), fomos conhecer o Usina Unibanco de Cinema e assistir "nossa vida não cabe num opala", de reinaldo pinheiro, roteiro de di moretti...
eu não sei dizer. eu saí do cinema sem grandes reflexões.
o filme não me emocionou, não me pegou de jeito, assim como a personagem de maria luiza maravilhosa mendonça ficou esperando que os rapazes fizessem com ela, que a surpreendessem, eu tbm fiquei a espera de uma bela pegada, mas não rolou...
mas eu não vou falar mal do filme de jeito nenhum pq não achei um filme ruim, só não rolou comigo... recife adorou, foram 6 prêmios.
gostei da luz, da sujeira, dos atores, todos bons demais da conta, com exceção do irmão mais novo, meio cabaço... mas acho que foi essa a intenção do diretor.
pra finalizar utilizo-me da técnica da modernidade: nada como um "ctrl+c ctrl +v", ainda mais qdo a opinião do cara é tão perfeita.
pessoas, leiam a coluna do zanin no estadão, ele sabe o que diz. e sabe o que eu digo tbm...
"...se trata de um filme contundente com seus personagens à beira da marginalidade, ou já imersos nela. Tem lá seus problemas, mas é um filme com assinatura e estilo. Isso, no tempo do fast food, já é uma grande coisa."
Luiz Zanin Oricchio

2 comentários:

meus instantes e momentos disse...

muito bom o post.
Gosto de voltar ao teu blog.
tenha um belo domingo
Maurizio

isaBela araújo silvA disse...

olá Maurizio!
volte sempre. e vá ao cinema! faz bem pra pele. rsrs.